Small Cafe

SHCGN CLR QD. 710 BLOCO "A" SOBRELOJA "14" (61) 3274-9261

A história da Companhia

Marcelo e AnnaPode-se dizer que em Brasília a dança de salão está dividida em duas fases. Antes e depois da Companhia de Dança Marcelo Amorim. Digo isso porque em 90, a mestra Antonietta trouxe a dança para Brasília, formou alguns tímidos núcleos de admiradores, mas foi em 95 que o prof. Marcelo Amorim resolveu trazer para Brasília muito mais do que passos de dança. Sua proposta era trazer a dança com estilo, praticamente um movimento diretamente ligado com o que há de melhor em todo o mundo.
Em 97 formou uma equipe com potencial. Foram todos escolhidos à dedo, e a partir daí, foram dias e noites ensaiando, aprendendo e atualizando. Viagens para Buenos Aires para buscar toda a elegância e drama do Tango, viagens ao Rio de Janeiro para buscar o que há de novo e de original na ginga do Samba e dos outros ritmos brasileiros. Com a ajuda inegável da grande professora Gláucia Neves, em pouco tempo a Companhia de Dança Marcelo Amorim (CDMA) já era um referencial de dança na cidade.
O interessante é que a CDMA tornou-se referencial para várias faixas etárias. Há pessoas maduras, como o grande empresário e a dona de casa, que procuram hoje por uma atividade que os afaste o stress do dia-a-dia, que procuram participar de um grupo e formar amigos; assim como há jovens interessados em fazer bonito nas festas que cada vez mais exploram a dança à dois. É uma grande família. Promovem bailes, saem em grandes grupos, fazem a festa.

Estrutura

As aulas são ministradas em dois salões, um com 130m2 e outro com 80m2, devidamente ventilados e aparelhados. As instalações contam ainda com secretaria, quatro toaletes, sala de recepção e sala para aulas particulares individuais e de casais. No salão principal, além das aulas coletivas são realizados bailes quinzenais e outros encontros dos alunos.